quarta-feira, 30 de março de 2011

POEMAS PARA INTERPRETAR

Okay cultos alunos, das 8ªs 1 e 2, sejam bem vindos mais uma vez ao meu blog (nosso né).
Como eu adoro vocês, vou fazê-los ler mais um pouco... Mas é para o seu bem, afinal a poesia deve ser apreciada por todos, dentro ou fora da escola. Ela nos enche, nos completa, nos faz entender e desentender o mundo. Explica e confunde. Faz-nos rir e chorar.
Ficam aí algumas dicas de poemas.

Divirtam-se.

Cristiano Melo


Thiago de Mello

Thiago de Mello é o nome literário de Amadeu Thiago de Mello, nascido a 30 de março de 1926, na pequenina cidade de Barreirinha, fincada à margem direita do Paraná do Ramos, braço mais comprido do Rio Amazonas, no meio do pedaço mais verde do planeta: a Amazônia

1º poema

2º poema

3º poema

Fernando Pessoa

É considerado um dos maiores poetas da Língua Portuguesa, e da Literatura Universal, muitas vezes comparado com Luís de Camões. Por ter crescido na África do Sul, para onde foi aos sete anos em virtude do casamento de sua mãe, Pessoa aprendeu a língua inglesa. Das quatro obras que publicou em vida, três são na língua inglesa. Fernando Pessoa dedicou-se também a traduções desse idioma. Fernando Pessoa morreu de cirrose hepática aos 47 anos, na cidade onde nasceu. Sua última frase foi escrita em Inglês: "I know not what tomorrow will bring… " ("Não sei o que o amanhã trará").

ao longe, ao luar

liberdade

entre o sono e o sonho

Carlos Drummond de Andrade

Nascido e criado na cidade mineira de Itabira, Carlos Drummond de Andrade levaria por toda a sua vida, como um de seus mais recorrentes temas, a saudade da infância. Precisou deixar para trás sua cidade natal ao partir para estudar em Friburgo e Belo Horizonte.

maternidade

carnaval

segredo

futebol

no meio do caminho

Cecília Meireles

CecíliaBenevides de Carvalho Meireles nasceu em 7 de novembro de 1901, na Tijuca, Rio de Janeiro. Foi a única sobrevivente dos quatros filhos do casal. O pai faleceu três meses antes do seu nascimento, e sua mãe quando ainda não tinha três anos. Criou-a, a partir de então, sua avó D. Jacinta Garcia Benevides. Escreveria mais tarde:

Vários poemas reunidos, são bem fáceis de entender.

Vinícius de Moraes

Vinícius de Moraes (Rio de Janeiro RJ, 1913 – 1980) formou-se em Direito, no Rio de Janeiro, em 1933. No mesmo ano publicou O Caminho para a Distância, seu primeiro livro de poesia. Ainda na década de 1930, são lançados Forma e Exegese (1935), Ariana, a Mulher (1936) e Novos Poemas (1938). Em 1938 viajou para a Inglaterra, para estudar Língua e Literatura Inglesa. De volta ao Brasil, ingressou na carreira diplomática; serviu nos Estados Unidos, na França e no Uruguai. Em 1956 iniciou parceria com Tom Jobim, que fez as músicas para sua peça Orfeu da Conceição. Publicou, em 1957, o Livro de Sonetos.

O riso

Mar

A morte

A porta

Alguns poemas reunidos, escolha um.

Monalisa Soledade

Ter amigos

Sentada sobre aquele banco de madeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário